• Mariana Garavelli

Como tratar os vasinhos da perna

Atualizado: 10 de jun.

Todo mundo tem, ou conhece alguém que tem, problemas com vasinhos nas pernas. Em geral, os vasinhos são capilares que se dilatam e ficam localizados bem na superfície da pele.

Normalmente avermelhados ou roxos, eles são bem fininhos e não costumam oferecer grandes problemas além do desconforto estético. Diferente das varizes, que podem desencadear problemas de circulação, os vasinhos não doem e podem aparecer até no rosto.

Esses vasinhos são mais evidentes nas pessoas de pele clara, sendo mais comum em mulheres.

A principal diferença entre os vasinhos e as varizes é o seu tamanho, porque são exatamente a mesma doença. Os vasinhos possuem entre 1 e 3 mm, sendo mais superficiais, enquanto que as varizes são maiores de 3 mm e afetam vasos sanguíneos maiores e mais profundos. Um vasinho não pode virar uma variz porque ele já atingiu o seu ponto máximo, mas o que pode acontecer é a pessoa ter ao mesmo tempo vasinhos e varizes.


Principais causas

Apensar destes pequenos vasinho poderem ser observados a olho nu pela própria pessoa, é recomendado consultar o médico para que ele possa avaliar a circulação da região, identificar o problema e sugerir o melhor tratamento. O médico deve identificar o vasinho, diferenciando das varizes, porque precisam de tratamentos diferentes.


Alguns fatores que favorecem a formação destes vasinhos nas pernas são:

  • Ficar muito tempo em pé ou na mesma posição;

  • Obesidade;

  • Tomar a pílula anticoncepcional ou usar o anel vaginal ou outro hormônio;

  • Idade avançada;

  • Consumo de álcool;

  • Fatores genéticos;

  • Durante a gravidez devido o aumento do volume da barriga e diminuição do retorno venoso nas pernas.


Laser Fotona

O laser Fotona age através de um feixe de luz que é direcionado à hemoglobina, aumentando a temperatura do sangue o que acaba por eliminar o vaso. Pode ser utilizado nas microvarizes, ou até mesmo veias superficiais e grandes de até 4mm.

A vantagem do tratamento com o Fotona é que ele em uma única sessão , já consegue tratar uma área bem extensa, e logo após a sessão não existe um pós com restrições e dor. Na mesma hora o vasinho muda de cor e depois vai sendo absorvido pelo organismo. Mas, podem existir vasos resistentes, com necessidade de mais de uma sessão para sumir totalmente, por isso a consulta e acompanhamento com o médico vascular é indispensável.


Escleroterapia

Escleroterapia é um tratamento que é injetado uma série de medicamentos, chamados também de esclerosantes, como glicose e espuma de dióxido de carbono, diretamente nos vasos. Essa substância irrita a veia doente, provoca o seu endurecimento, eliminação e alivia outros sintomas, como dor e cansaço.


Você tem vasinhos aparentes e gostaria de tratar? Agende uma consulta vascular clicando aqui

29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

FOTONA 4D

whatsapp-logo-png.png