• Raquel Arruda

TRATANDO A CELULITE

Presente na maioria das mulheres, a celulite pode ser um terror na hora de encarar o espelho.

Conhecida cientificamente como lipodistrofia ginóide, é uma inflamação da gordura que fica embaixo da pele. Essa gordura incha e desincha conforme o ciclo menstrual, fazendo com que pequenas depressões sejam formadas, deixando as cicatrizes, conhecidas como celulite. Uma alimentação desequilibrada, má circulação, sedentarismo, tabagismo, alteração hormonal e até mesmo a genética contribui para aumento dos furinhos.

A celulite pode ser identificada de acordo com o grau:

Graças aos avanços tecnológicos, hoje em dia existem alguns tratamentos que ajudam no combate aos temidos furinhos. Os mais comuns são:

- Drenagem linfática: Essa técnica utiliza a massagem para intensificar a atividade do sistema linfático. Ela é indicada no tratamento de celulite, porque ajuda a eliminar o líquido e as toxinas que se acumulam entre as células de gordura.




- Preenchimento com Radiesse: Para celulites que já estão profundas e cicatrizadas no corpo, o ideal é fazer o preenchimento. O Radiesse é uma substância a base de hidroxiapatita de cálcio, ele tem a função de preencher e formar colágeno. Esse procedimento não tem um efeito imediato, o resultado final aparece em até 6 meses.

- Subcisão: É feito um pequeno corte sob a pele, que rompe o tecido fibroso e os vasos sanguíneos presos a eles, essa ação gera hematomas que estimulam a formação de um novo tecido conjuntivo, que vai preenchendo o local tratado e redistribuindo a gordura. Ideal para as celulites mais profundas.


É necessário sempre consultar a opinião de um profissional, para que o melhor tratamento seja indicado.

38 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
whatsapp-logo-1_edited_edited.png