• Mariana Garavelli

Como escolher o DESODORANTE ideal

Atualizado: há 4 dias

Nas prateleiras dos supermercados e farmácias existem uma infinidade de produtos destinados a resolver o problema do mau cheiro do suor em nosso corpo, principalmente, na região das axilas. Existem desodorantes, antitranspirantes e antiperspirantes, e ainda tem mais opções, como em creme, aerosol, spray e roll-on. Como escolher o que é melhor para o seu caso?


Bom, se você é uma pessoa que não transpira muito e quer apenas diminuir o odor desagradável, um desodorante pode resolver os seus problemas. A finalidade do desodorante, como o próprio nome diz, é desodorizar, ou seja, acabar com o odor.











O que tem no nosso SUOR?

O suor tem uma função de manter a temperatura corporal, porque quando ele evapora, o corpo é resfriado, ele também mantém a pele hidratada e elimina metabólitos. Além disso, ele não possui cheiro, pois é praticamente água (99%), o restante são íons como potássio, cloreto, sódio, amônio, ácidos carboxílicos de baixa massa molar, ureia e outros componentes. No entanto, em nossa pele, existem bactérias que decompõem algumas substâncias do suor, produzindo outras de odor desagradável.


Sabendo disso, o desodorante possui substâncias químicas, parabenos e principalmente o triclosan, cuja fórmula estrutural é capaz de inibir o crescimento das bactérias na pele, mascarando assim o problema do cheiro ruim.


Sabia que pode manchar?

Os desodorantes podem também apresentar outros componentes, como álcool e essências. Por isso, a exposição ao sol da axila com desodorante (ou com qualquer produto que contenha álcool) pode provocar manchas e o escurecimento da pele.












O que o alumínio pode fazer:

O principal componente ativo dos antitranspirantes é o cloridrato de alumínio, cujos cátions Al3+ coagulam as proteínas, formando estruturas bloqueadoras que provocam o fechamento dos dutos das glândulas sudoríparas, reduzindo a produção do suor. Por causa disso, existe o risco de obstrução dos poros, inflamação da glândula e escurecimento da região. Algumas pessoas podem apresentar ainda irritação a componentes derivados do alumínio.











Tipos de desodorante: Qual é ideal pra você?

Veja qual é o tipo mais adequado para cada pele, necessidade e gosto:

1. Creme: É o que mais hidrata a pele, por isso, se você depila as axilas com lâmina, essa é a melhor opção. Pode durar bastante tempo já que não há desperdício na aplicação. O único cuidado indicado é deixar o produto secar antes de vestir as roupas;


2. Roll-on: É um pouco mais espesso, demora mais a secar e pode ser desconfortável para pessoas que possuem pelos nas axilas. Apesar de ter uma boa fixação e garantir uma proteção mais alta, pode obstruir os poros e causar inflamações se usado exageradamente. Por ter contato direto com a pele ele pode ser contaminado, por isso não compartilhe-o;


3. Spray: No caso de desodorante ou antitranspirantes spray, eles se apresentam na forma líquida podendo causar ardência na pele;


4. Aerosol: É o que seca mais rapidamente de todos, mas, além de poder causar irritação na pele, manchas nas roupas, o líquido dele vem sob forte pressão combinado com gases. É o favorito entre aqueles que possuem pelos nas axilas, já que a sua consistência mais seca. Também é uma ótima escolha para pessoas que suam mais ou irão fazer exercícios físicos, pois ele permanece ativo por mais tempo;


5. Em bastão: Alta Hidratação, ideal para peles mais Sensíveis. Deixa as axilas mais suaves, sua consistência é mais firme, o que faz com que a aplicação seja mais fácil e seca;


Dica extra: Ao longo da vida, principalmente nas mulheres após a menopausa, podemos notar alteração da hidratação e oleosidade da pele. Sendo assim, é comum que durante a adolescência e a fase de jovem adulto, você prefira toques mais secos como os desodorantes em spray e posteriormente, com o progressivo ressecamento da pele opte por trocar por bastões já que, esses possuem mais ativos hidratantes.


Afinal, qual é o melhor desodorante ?

Suor do dia a dia: Os que contém como base o magnésio são os melhores para o microbioma da pele. Substâncias mais naturais como óleo de melaleuca e lavanda também são indicadas.


Pele sensível: Desodorante sem álcool é ideal, o álcool irrita a pele mais sensível, principalmente depois da depilação.


Um detalhe para se observar na composição do produto é o uso de ingredientes que hidratam e oferecem efeito calmante para a pele. Veja a seguir como agem:

  • Extrato de vegetais: possuem ação antioxidante, reparadora, calmante e reguladora das funções dérmicas, contribuindo para uma pele mais saudável.

  • Manteiga de karité: ajuda a nutrir e proteger a pele contra o ressecamento, além de manter a elasticidade da pele.

  • Ureia: como tem alta capacidade de hidratação, combate o ressecamento e também melhora a textura da pele, reduzindo aspereza e descamação.

  • Óleos essenciais: são antissépticos, o que evita a proliferação de bactérias. Também são anti-inflamatórios, possuem efeito revitalizante e ajudam a eliminar odores.

Além desses ingredientes, alguns desodorantes em creme também podem conter na sua fórmula vitamina E e pró-Vitamina B5. A primeira é conhecida por suas propriedades antioxidantes, que retardam o envelhecimento da pele. A outra é um ativo poderoso no processo de cicatrização.

Suor excessivo

Suor em excesso pode caracterizar um doença chamada hiperidrose. Os desodorantes que possuem substâncias comentados acima não ajudarão para quem tem essa doença, por isso é imprescindível consultar seu dermatologista, pois é necessário tratamento e indicação médica.


Gostou desse conteúdo? Veja mais nos links a seguir: dicas / suor não tem cheiro

20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
whatsapp-logo-png.png